quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Como reconhecer que fui batizada pelo Espírito Santo?


Pelos seus frutos que são: 
Frutos – amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio. A pessoa pode até disfarçar por um tempo, agindo como se tivesse estes frutos, mas nunca para sempre, pois a carne vai sempre falar mais alto (já que é nascida somente da carne).

Ora, se você foi batizada com o Espírito Santo, então, você pode transmitir vida, evangelizar resolver os seus problemas com sabedoria e consegue se controlar. Em suma, você pode mover montanhas, pois recebe capacidade para executar a vontade do Espírito Santo.
É claro que “o fruto” do Espírito é uma consequência ou um efeito produzido pelo Espírito Santo na vida de um cristão autêntico que se submete à vontade do Senhor. Não é o cristão que pelos seus próprios esforços ou méritos vai produzir os frutos ou fruto do Espírito, mas pela participação mútua entre o Espírito Santo e o cristão juntos é que haverá o fruto.


O Espírito Santo, por sua vez, não vai impor a ninguém a Sua própria vontade, a fim de que se produza o fruto. Precisa haver uma disposição real do homem na busca da suprema vontade de Deus, para que, então, o Seu Espírito possa efetuar a transformação radical no íntimo do homem.


O fruto é uma resposta a uma plantação. Ele pode ser bom ou mau; depende naturalmente daquilo que se planta, ou seja da semente que nós semeamos. Se desejamos que a nossa vida produza os frutos espirituais ou fruto do Espírito Santo, devemos semear em nossos corações os pensamentos que estão na Bíblia Sagrada.


A Palavra de Deus, que é a mente de Cristo, precisa estar enraizada no mais profundo de nossas vidas, a fim de que o Espírito Santo possa agir no nosso interior e produzir o fruto. Podemos explicar isso da seguinte maneira: lançamos uma boa semente na terra; em seguida ela morre... para depois, então, nascer de novo e produzir o fruto esperado. Esse grande milagre que acontece com a reprodução se deve à atuação do próprio Deus em sintonia com a natureza. É exatamente isso que acontece com o cristão o qual, quando morre para o mundo, para a sua própria vontade, então nasce para Deus e pelo Espírito Santo faz produzir os frutos, o amor, a alegria, a paz a longanimidade, a bondade, a fidelidade.
A Bíblia o faz de maneira singular, considerando-os apenas “o fruto” (Gálatas 5.22). Isso, naturalmente,deve-se ao fato de que as qualidades morais implantadas pelo Espírito Santo em cada seguidor do Senhor Jesus Cristo formam um todo, como se fossem uma única virtude, ou seja, diferente dos dons que você pode ter um e outro não, o fruto tem que ter todos, pois é singular as nove características e assim não pode faltar sequer uma.

Deus abençoe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você pode somar conosco comentando sobre o assunto.